Cooperação e controle na rede

A relação entre a cooperação e o controle na cibercultura foi a discussão central da minha pesquisa de mestrado “Cooperação e controle na rede: um estudo de caso do website Slashdot.org”, junto ao PPGCOM da ECO/UFRJ.

Tendo como objeto de estudo o website Slashdot.org, pensei a cooperação na rede como um legado da cultura hacker, que com suas práticas colaborativas transformou um projeto de pesquisa tecnológica de interesse militar em um meio de comunicação e interação social, além de território de luta pela definição do estatuto da informação e do conhecimento como um bem comum.

Por outro lado, refleti sobre as novas configurações do controle na atualidade, tendo como referência o pensamento de Michel Foucault sobre o poder como positividade. Isso porque percebi, no modelo de comunicação do site, um tipo de controle distribuído de viés colaborativo.

Recentemente, tive a oportunidade de abordar de novo esse tema ao publicar o artigo “Cooperação e controle nas dinâmicas de auto-organização em plataformas colaborativas”, no dossiê temático Práticas Colaborativas entre a Participação e o Controle da Revista Eptic Online, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e editada pelo Observatório de Economia e Comunicação (Obscom) da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Leia o resumo do artigo:

As plataformas colaborativas auto-organizadas têm demonstrado qualidade e vitalidade. Com dinâmicas produtivas geridas de forma distribuída pelo coletivo de participantes, esses projetos têm sido espaço de experimentação de tecnologias de cooperação, isto é, de instrumentos criados a fim de viabilizar sua sustentabilidade. Neste artigo, abordamos alguns aspectos dessas tecnologias, especialmente os mecanismos de controle participativo empregados para assegurar a evolução positiva da produção colaborativa. Num primeiro momento, apresentamos a visão de Michel Foucault sobre o poder como positividade para, em seguida, explorar a configuração do controle na atualidade. Abordamos, então, o papel do monitoramento nas estratégias de cooperação em rede, sob inspiração dos estudos de Elinor Ostrom. Por último, apresentamos o caso do website Slashdot, como exemplo de articulação entre esses dois vetores.

Clique aqui para acessar o artigo.

Recomendo a leitura da edição completa da revista, que traz neste número artigos e entrevista muito atuais sobre temas relevantes como Marco Civil, vigilância e privacidade, entre outros.

Clique aqui para conferir o índice completo desta edição da Eptic Online.

8 Comentários

Arquivado em Cibercultura, Cultura hacker, Tecnologias da Cooperação, Vigilância

8 Respostas para “Cooperação e controle na rede

  1. Reynaldo Carvalho

    Bia, boa noite.
    Não sei se você já sabe, mas um livro imperdível está para ser lançado; segundo o Cícero Inácio da Silva, ” Em breve estará no ar um dos mais amplos estudos sobre o Remix, o The Routledge Companion to Remix Studies, editado por Eduardo Navas, Owen Gallagher e xtine burrough. Sou um dos autores de um dos capítulos sobre a história do Remix, com ênfase na questão autoral. Em resumo, trata-se de um Derrida-mix sobre o nome próprio e a autoria no Remix.

    A lista completa de artigos com seus respectivos autores pode ser acessada aqui:
    http://www.routledge.com/books/details/9780415716253/#contents
    Ver:
    http://www.cicerosilva.com/?tag=remix
    Abs.

    • Oi Reynaldo,

      Que máximo! Muito completo, com várias abordagens.

      E dois artigos tratam diretamente da questão autoral: Can I Borrow Your Proper Name? Remixing Signatures and the Contemporary Author , do Cicero da Silva, e Peeling The Layers of the Onion: Authorship in Mashup and Remix Cultures, de John Logie.

      Excelente dica.

      Bom para indicar pra bibliotecas, pois o preço ainda está proibitivo…

      Um abraço,

      Bia

  2. Reynaldo Carvalho

    Então você já conhecia?
    Pelo que entendi, o livro será lançado lá em dezembro, com o módico preço de 200 dólares. Aqui custará quanto, R$ 800,00? Vamos torcer para o Eduardo Navas disponibilizá-lo gratuitamente. Dei uma olhada geral e essa coleção é excepcional, só tratando de assuntos acadêmicos de ponta: Ver em http://www.routledge.com/books/series/ROUTCOMPS/
    E obrigado pela torcida, em agosto começo meu pós-doc no Departamento de História da Universidade de Brasília, pesquisando a pós-modernidade/Jorge Luis Borges e a era remix/antropofagia/Oswald de Andrade.
    Para quem estuda remix, há um livro ótimo sobre a Antropofagia: Antropofagia, Hoje? Oswald de Andrade em Cena
    Ver em http://www.erealizacoes.com.br/livros/Antropofagia-Hoje.asp
    Abs

    • Olá Reynaldo,

      Não, não conhecia. Dei uma olhada rápida no sumário depois de ler seu comentário.

      E pensei em recomendar para a biblioteca da ECA/USP. Até antes da atual crise, era simples fazer isso. Não sei se mudou.

      E parabéns pelo pós-doc!

      Um abraço,

      Bia

  3. Reynaldo

    Bia, aí vai um presentinho; tomara que funcione.
    http://ebookbrowsee.net/th/the-routledge-companion
    Abs
    Reynaldo

  4. Reynaldo Carvalho

    Bia, acho que diversos livros da coleção estão disponibilizados na íntegra, em PDF.
    Boa noite.
    Reynaldo

    • Engraçado, da primeira vez eu cliquei em dois dos links que remetiam a páginas com divulgação de publicação, inclusive com o preço. Por isso achei que era só um catálogo.

      Agora sim, cliquei e baixei um dos livros.

      Valeu a dica!

      Um abraço,

      Bia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s